logo

pub_carrossel_horz2.jpg

img

Mulher

6 formas de fazer exercício quando não temos tempo para fazer exercício!

Por Linda Barreiro

A pergunta é sempre a mesma para quem tem filhos e trabalha a tempo inteiro fora: “Então e o exercício físico?” A resposta é óbvia normalmente: “já carrego um peso bruto diariamente por isso não preciso de mais nenhum tipo de exercício”. Mas sabemos que não é bem assim...

Antes de ter o primeiro filho - e durante a primeira gravidez também - estava muito mais em forma do que estou agora nesta, basta dizer que fazia quase 4km a pé para o trabalho (entre ida e regresso) e que ainda fazia 3 aulas por semana de ginástica e Yoga. Na altura apesar do trabalho a tempo inteiro tinha tempo de sobra e tinha também algumas facilidades tais como ter o ginásio um piso abaixo no edifício em que trabalhava. Na hora de almoço era só pegar a mochila e descer e não havia desculpa para não fazer exercício físico. Foi assim ate às 30 semanas, altura em que transitei em definitivo apenas e só para o Yoga e em que comecei a verdadeira conexão com o meu bebé na caminhada que precedia o parto. Foi na minha primeira gravidez que desenvolvi de facto o meu gosto pelo Yoga e que tanto jeito me deu depois durante o meu trabalho de parto e pós-parto. A partir daí regressei aos treinos e ao Yoga mas sempre sem a mesma cadência de outrora. Não adianta, com miúdos e um trabalho fora a tempo inteiro, é extremamente difícil prescindir do pouco tempo livre que resta para qualquer coisa que não seja estar com os nossos filhos.

De qualquer modo não posso negar que o corpo ressente-se, não somente para quem estava habituado a ter algum tipo de atividade, mas também pelo factor idade (oh yeah!!!). Na impossibilidade de ir ao ginásio decidi incluir alguns hábitos no meu dia-a-dia que ajudam um pouco ao sedentarismo habitual de quem tem que passar 8h diárias em frente ao computador.

Bem sei que o exercício físico também pode ser feito em casa mas para isso é necessário também muita disciplina. Confesso que no meu caso só consigo mesmo aos fins-de-semana, durante a semana é sempre a abrir e não há tempo para nada.

Compilo neste artigo 6 dicas que podem ajudar a aumentar a atividade física e que são fáceis de incluir no nosso quotidiano sem comprometer parte do nosso tempo e sem ter de recorrer ao ginásio. Obviamente que executá-los não garante os mesmos resultados que o ginásio mas sempre é melhor que nada!
Confiram as dicas e comecem já a pôr em prática porque o Verão está aí a chegar.


1. Andar a pé ou de bicicleta ou simplesmente sair 1 ou 2 paragens de autocarro antes do destino

As pernas ou as rodas – da bicicleta – podem ser de facto as melhores aliadas para quem pretenda fazer algum exercício diário por isso fica a dica para quem tiver essa possibilidade! No meu caso é-me impossível vir a pé ou de bicicleta para o trabalho porque fica demasiado longe, mas também deixou de ser hipótese vir de carro e ficar à porta. Decidi portanto optar pelo autocarro e assim combino idas a pé com viagens de autocarro. O meu truque para caminhar mais é apanhar o autocarro numa paragem mais longe de casa e sair 2 paragens antes da minha paragem habitual. Desta forma aumento logo a quantidade de kms e tempo que ando a pé e exercito as pernas (tão importante para mim agora na gravidez por causa da circulação). Se vierem em carro próprio podem sempre tentar estacionar o mais longe possível e adoptar a mesma técnica.


2. Usar as escadas em vez do elevador

Eu trabalho no 5º andar e, ao invés de utilizar o elevador, todas as manhãs vou de escadas. Subir - e descer - escadas é um excelente exercício matinal pois complementa o actividade física em plano da caminhada. Cada vez que uso diferentes salas do edifício também opto por não utilizar o elevador e aumentar assim o exercício diário e o edifício da minha empresa tem 8 andares por isso ainda percorro distâncias internas significativas.

3. Fazer uma caminhada nos intervalos de almoço e/ou de trabalho

Eu não faço intervalos de almoço porque tenho a possibilidade de trabalhar seguido e prefiro fazer jornada contínua, de qualquer modo acho que é uma opção interessante para quem não tenha a possibilidade de andar a pé de manhã ou ao fim do dia. Para aqueles que têm obrigatoriamente que trazer carro e estacionar perto do trabalho podem fazer uso da hora de almoço para ir dar uma caminhada para fazer a digestão e para praticar alguma actividade física.

4. Fazer abdominais enquanto estamos a adormecer os miúdos

Esta técnica comecei a desenvolvê-la desde cedo. Como não ía ao ginásio sentia falta de exercitar os músculos da barriga e pernas então passei a ter um colchão no chão ao lado da cama dele e quando o ía deitar, depois de apagar a luz, começava a fazer abdominais diversos exercitando os músculos da barriga e das pernas. É claro que agora grávida deixei este passo mas fica a dica para quem quiser optimizar o tempo que passa a adormecer as crianças. Eles não topam nada porque está escuro e nós acabamos por dar vida útil áquele momento morto do dia. Além dos abdominais tradicionais podemos também fazer pranchas e outras elevações, vejam na galeria alguns exemplos. 

5. Fazer Yoga, Pilates ou outro tipo de exercício aos fins-de-semana

Por mais disciplina que tenha não consigo ter tempo de incutir na minha rotina diária matinal uma corrida ou uma caminhada como em tempos já fiz, para além de que aqui em Malta quando o calor começa a apertar é impossível alguém conseguir correr nem mesmo às 7h da manhã quando já estão uns 28º ou 30º... No meu caso optei por reservar um tempo aos fins-de-semana de manhã para as minhas sessões de Yoga ou de Pilates (agora para grávidas). Enquanto o miúdo está a brincar com o pai eu tenho aquele tempo para mim. Para as não-grávidas também é muito fácil encontrar no Youtube treinos diversos de ginástica localizada ou outro tipo de exercício adaptado às necessidades de cada pessoa. Basta ter um colchão e um computador ou televisão e 30 minutinhos e faz-se super bem seguindo os vídeos. Vá lá podem começar já no próximo sábado, não custa nada!

6. Ir ás compras a pé e trazer 2 sacos na mão

Fazer pequenas compras na mercearia ou no supermercado mais perto a pé e carregar os sacos (idealmente com algum peso e bem distribuído entre mãos) também pode ajudar na manutenção do exercício físico.

Há certamente muitas mais coisas que se podem fazer adequadas à rotina de cada um. Por vezes basta apenas repensar o nosso dia-a-dia e observar como e quando podemos incluir outro tipo de hábitos para ajudar na manutenção do nosso estado físico. Claro que o meu sonho era mesmo conseguir ter uma parte do meu tempo para dedicar ao exercício físico, seja ele qual for, porque o bem-estar físico leva ao bem-estar mental e poder de facto aproveitar esse momento para mim. Contudo com a chegada de mais um passageiro se conseguir manter o Yoga 2 vezes por semana já vai ser uma sorte por isso não me restam grandes alternativas senão continuar a colocar em prática algumas destas dicas adaptadas à minha nova condição. Espero que também vos possam ser úteis!

Encontre todos os artigos da nossa mãe Bio-Lógica aqui!

Encontre todas as receitas da Linda no Receita para tudo!

INSTAGRAM | BLOGLOVIN | FACEBOOK

 

Clique na Imagem para ver a Galeria

squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg

Deixe o seu comentário

Publicações relacionadas

Instagram