logo

pub_carrossel_horz2.jpg

img

Vida

Mãe Bio-Lógica | Comida para congelar

Por Linda Barreiro

Volta e meia fico sozinha com o miúdo. A viver fora do país, com um trabalho a tempo inteiro, uma casa e um filho para tratar se não me organizar bem o único momento do dia em que descanso é quando me deito na cama! Desta vez o meu marido vai ficar fora por um longo período de tempo e eu preparei-me praticamente para uma guerra nuclear enchendo o congelador de alimentos/preparados para as nossas refeições das próximas semanas.

Não tenho muito hábito de congelar comida, normalmente faço tudo na hora, mas costumo ter uma pequena reserva de alimentos que me podem facilitar a preparação das refeições diárias ou que me safam quando não tenho nada feito como é o caso dos hambúrgueres ou croquetes de leguminosas prontinhos para irem do congelador ao forno num instante. Decidi fazer uma compilação de alimentos e pratos que podemos congelar para termos sempre à mão de semear. Dos básicos que costumo ter sempre no congelador a algumas opções mais elaboradas deixo algumas sugestões que vos podem ser úteis, algumas delas com receitas e todas elas vegetarianas. Por fim deixo também algumas dicas importantes para congelar.

 

Molho de tomate

Faço em duas versões: polpa de tomate, ou seja tomate triturado que depois congelo para adicionar a qualquer refogado ou então molho de tomate, aqui numa versão refogada já com alho, cebola e oregãos. Para congelar uso copos de café de plástico e assim tenho doses mais pequenas. Depois passo-os para um saco de congelação para ocuparem menos espaço no congelador. Os copos podem-se reutilizar imensas vezes (até se partiem portanto).

 

Caldo de legumes

A água de cozer legumes aqui em casa nunca é desperdiçada, vai para o frigorífico,se for para usar nos dias seguintes ou diretamente para o congelador. Uso os caldos de legumes para fazer risotto - de cogumelos ou de legumes -, para intensificar sabores de refogados - de feijão, lentilhas ou legumes - e também para a paella. Utilizo a mesma técnica dos copos de plástico para os caldos.

 

Cubos de azeite com ervas aromáticas

Uma das melhores formas de congelar ervas aromáticas sem que estas queimem é congelando-as em covetes de gelo com azeite. Desta forma para além de mantermos a erva “fresca” também podemos ter um azeite aromatizado. Há também quem o faça com água em vez de azeite.

 

Limão

Costumo espremer limões e guardar o sumo em covetes de gelo, assim tenho sempre um concentrado de limão para juntar a bebidas de verão ou para qualquer coisa que seja necessário na cozinha.

 

Leguminosas demolhadas

Como aqui em casa somos consumidores assíduos de leguminosas costumo congelá-las já demolhadas. Assim se não tiver mais nada e quiser cozer feijão ou grão posso passar à frente a parte da demolha e já ganhei umas boas horas!

 

Hambúrgueres/Croquetes de leguminosas

Somos fãs de hambúrgueres e croquetes de leguminosas e costumamos ter sempre no congelador. Desta vez até acho que abusei um bocado na quantidade mas não se vão estragar com toda a certeza. Tanto os hambúrgueres como os croquetes ou mesmo o falafel podem ser fritos em azeite ou assados no forno. Nós por cá usamos mais o forno. Ficam prontos num instantinho e super crocantes.

Fazemos hambúrgueres de grão, de lentilhas, de feijão, croquetes de lentilhas ou falafel. Assim todos os dias podemos variar a leguminosa.

 

Esparregados verdes

Os esparregados ficam praticamente iguais se forem feitos na hora ou se forem descongelados, a diferença pura e simplemente não se nota. Podem-se congelar os legumes picadinhos já preparados para adicionar a um esparregado ou o esparregado já feito. Aqui fazemos esparregado de nabiças, espinafres ou bróculos.

 

Misturas de vegetais

Não tenho por hábito congelar legumes mas desta vez deixei uns quantos preparados de vegetais já cortadinhos para poder saltear ou refogar caso seja necessário. Antes de colocar os vegetais fiz o chamado branqueamento. Segundo li este branqueamento é importante para os vegetais manterem a sua textura e sabor. O processo é muito simples e consiste em escaldar os vegetais (sem cascas e sementes) em água fervente por uns minutos, passá-los por água potável e de seguida colocá-los a arrefecer num recipiente com água gelada ou com gelo.

 

Tartes e Quiches

Normalmente faço na hora e nunca experimentei congelar mas são comidas muito práticas para se ter no congelador. As tartes e quiches também podem ser congeladas antes ou depois de estarem cozinhadas. Se congelarmos pequenas porções podemos juntar a qualquer refeição se necessário.  

 

Lasanhas e Empadão

Confesso que não temos muito o hábito de fazer nem um nem outro cá em casa mas tanto a lasanha como o empadão são os pratos de congelar por excelência. Da mesma forma que as quiches podem ser congelados crus ou já cozinhados em pequenas porções. Fazemos lasanha de legumes e empadão de legumes ou lentilhas.

 

Bolonhesa de lentilhas

Bolonhesa de lentilhas com legumes é outra comida prática para ter já cozinhada no congelador. Num instante fazemos um arroz ou cozemos uma massa e temos uma refeição completa.

 

Preparados de legumes prontos para assar

Confessoo que esta ideia ainda não coloquei em prática mas foi-me dada por uma pessoa de confiança que o faz e em breve irei também experimentar. A ideia consiste em colocar num pirex um preparado de legumes com azeite, alho e outros temperos a gosto, prontinho como se fosse para ir ao forno. Assim quando não se tem temo ou legumes à mão retira-se do congelador e coloca-se no forno e já está!

 

Algumas dicas e truques para congelar alimentos:

- A comida deve ser congelada depois de arrefecida ou seja à temperatura ambiente.

- Congelar pequenas porções para beneficiar a congelação e facilitar o descongelamento.

- Sempre que possível os alimentos, no caso dos pratos preparados, devem ser descongelados idealmente no frigorífico para que o processo seja o mais natural possível.

- Os legumes/vegetais devem ser congelados sem casca ou sementes e devem ser branqueados antes conforme expliquei acima.

- Os grãos e leguminosas pequenas podem ser congelados em garrafas de água de plástico pois assim ocupam menos espaço e é mais fácil controlar as porções ao descongelar. A garrafa funciona como um doseador.

- Os alimentos podem ser congelados em recipientes e depois de congelados transferidos para sacos de plástico para ocuparem menos espaço no congelador.

- Devem-se usar sacos de vácuo ou retirar todo o ar dos sacos de congelação para impedir que o gelo invada a comida.

- Não se deve encher demasiado os recipientes pois a água presente nos alimentos expande-se na congelação e é isso que origina tampas a saltarem fora de tupperwares muitas vezes.

- Deve-se evitar amontoar muitos sacos no congelador pois o ar frio precisa de circular e se não houver circulação há mais propensão para o aparecimento de gelo.

 

Encontre as receitas e dicas deliciosas da Linda no seu blog Receita Para Tudo

Clique na Imagem para ver a Galeria

squareimg

Deixe o seu comentário

3 comentário(s)

Ana nascimento16 de Junho, 2016 às 09:37:43
Responder

Adorei as sugestões, preciso é de um congelador maior! :)

Linda16 de Junho, 2016 às 22:33:28

Obrigada Ana! Sim, os congeladres grandes nestas alturas dão muito jeito!

zoraide 13 de Junho, 2017 às 23:52:22
Responder

amei essa técnica parabéns.

Publicações relacionadas

Instagram