logo

pub_carrossel_horz2.jpg

img

Mãe

Faixas e cintas pré e pós-parto e um Giveaway para futuras Mamãs

Por Linda Barreiro

Esta semana trago-vos um tema que pode ter tanto de controverso quanto de consensual: faixas e cintas pré e pós-parto, sim ou não? Partilho aqui um pouco da minha experiência nas duas gravidezes e também alguma informação que me parece importante sobre este tema.

A minha experiência

Na minha primeira gravidez uma amiga emprestou-me uma faixa e uma cinta pré-parto da Chicco. Usei ambas mas não por muito tempo. Naquela altura senti quer eram confortáves, pois davam algum apoio lombar, mas rapidamente deixei de usar. De inicio usei a cinta mas depois, como me fazia imenso calor, passei apenas a usar a faixa. Com o passar do tempo e como era inverno a faixa também deixou de ser viável para colocar dentro de meias de descanso (usava muitas saias e vestidos) ou dentro das calças. Não só não era prático como também não assentava bem e marcava muito e acabei por desistir.

Relativamente à cinta pós-parto acabei por não usar porque a minha médica me explicou que o melhor é deixarmos o corpo voltar a si da forma mais natural possível. Assim no pós-parto investi muito em Yoga e exercícios de contração do períneo.

Nesta gravidez descobri uma faixa espetacular e tenho-a usado desde as 18 semanas mais coisa menos coisa. Desta vez a barriga está naturalmente maior e mais crescida como é habitual no segundo filho. A minha faixa é da marca Rêverie, uma marca portuguesa de lingerie que tem lojas próprias mas que também é vendida em lojas multimarca da especialidade ou em lojas de puericultura. Uma amiga falou-me da marca e eu fui à loja - no meu caso no Coimbrashopping - para experimentar a faixa. Esta faixa é de longe superior à que usei na primeira gravidez. Além de mais confortável, possui extensão de barriga, o que lhe confere maior conforto, é feita num tecido super respirável e é perfeita a nível estético: uso por baixo de vestidos sem se notar nada ao contrário da anterior.

O que eu sinto ao usar a faixa é que me dá um bom suporte lombar sem me apertar demasiado a barriga ou seja dá-me a sustentação necessária nesta zona. A anatomia da faixa está também bem conseguida pois não interfere com as idas constantes à casa de banho, isto é não tenho que a mexer ou retirar para urinar. Acho-a muito mais confortável e prática que a da Chicco e tenho-a estado a usar mesmo com estas temperaturas malucas de 35º que aqui em Malta se fazem sentir no verão.

As lojas Rêverie para além de faixas e cintas têm disponível uma linha de lingerie maternal giríssima. Acabei por experimentar também soutiens de amamentar mas decidi não adquirir na altura por causa do crecimento do peito mas daqui por pouco tempos vou comprar. Têm conjuntos lindíssimos e super confortáveis, vale a pena espreitarem. Depois venho cá partilhar as minhas escolhas!

Para mim as vantagens desta faixa pré-parto são:

  • Apoio lombar e prevenção das dores de costas/lombares (que efetivamente não tenho tido muitas, felizmente)
  • Parte da barriga extensível o que proporciona maior conforto
  • Facilidade de colocação
  • Conforto no dia-a-dia

E para vocês, um presente lá em baixo!

 

Faixas e cintas pré e pós-parto: sim ou não?

 

À medida que a barriga cresce algumas grávidas costumam começar a sentir um ligeiro desconforto na zona lombar e costas. É certo que nem todas as mulheres têm o mesmo crescimento de barriga e por isso nem todas sentem esta necessidade, contudo sabemos que a pressão exercida pelo peso do bebé nesta zona se faz sentir de forma cada vez mais intensa no decorrer do tempo de gestação. Por outro lado para pessoas cuja atividade profissional as obrigue a passar muito tempo de pé terão esta necessidade mais acentuada. Nestes casos particulares as cintas, assim como as meias de descanso, podem ser importantes aliados para um maior alívio/conforto durante a jornada laboral.

As cintas e faixas podem ser usadas por diversos motivos: ou por algum desconforto na zona lombar ou pelo peso qua barriga começa a exercer ou simplesmente por necessidade de maior suporte.

As cintas/faixas pré-parto estão aconselhadas normalmente a partir das 18/20 semanas e servem para suportar o aumento do volume da barriga, ajudando a grávida a adotar uma postura mais correta uma vez que o centro de gravidade se altera na gravidez. As cintas/faixas também podem ajudar a prevenir as lombalgias que se podem fazer sentir mais na parte final da gravidez.

Em relação às cintas pós-parto já não me parece haver tanto acordo entre médicos e especialistas: uns aconselham, outos não. Delas se dizem que podem apertar a barriga e como tal os músculos abdominais não os deixando trabalhar per si e que também podem dificultar o útero para voltar ao seu tamanho normal. Aparentemente durante as atividades diárias a puérpera vai fazendo todo o tipo de movimentos que permitem ir exercitando os músculos que estando apertados ficarão com esta movimentação comprometida.

Fortalecer os músculos: o mais importante

Durante a gravidez é muito importante fortalecer os músculos, para o fazer de forma natural na grávida recomenda-se a prática de exercício físico moderado e adaptada ao estilo de vida de cada mulher. Sabe-se que prática de desporto não só beneficia a saude da mãe e do bebé como também contribui para tonificar os músculos, corrigir a posição da coluna e para uma melhoria da circulação sanguínea. Aqui a prática de exercício físico não implica idas constantes ao ginásio e exercício indoor. Pode-se aproveitar para dar passeios ou fazer caminhadas, subir e descer escadas ou simplesmente para andar a pé no dia-a-dia. O mais importante é basicamente não ficar parado! Complementarmente à atividade física a grávida deve ter, como bem sabemos, uma alimentação rica e equilibrada.

 

E aqui fica o prometido Giveaway!

A pensar nas pré-mamãs, o Eu, Mãe e a Rêverie lançam um Giveaway Especial! Temos para oferecer um cheque-prenda no valor de 50€ para gastar em qualquer artigo da linha maternal que inclui faixas, cintas ou soutiens de amamentar. Podem ver na galeria as peças lindas e óptimas que podem comprar.

Para se habilitarem a ganhar este cheque basta seguir os seguintes passos:

- seguir a Rêverie no Facebook, aqui;

- seguir o Eu, Mãe no Instagram, aqui;

- partilhar este post em partilha pública no seu mural do Facebook e

- deixar um comentário aqui a este artigo com o link da partilha e o nome de utilizador do Instagram

(quem não tiver instagram pode seguir a nossa página do Facebook, aqui)

Podem concorrer uma vez até dia 31 de Julho. O sorteio será realizado via random.org a partir dos comentários ao artigo.

 

VENCEDORA: Muitos parabéns à Ana Carmo! Pode contactar a Rêverie directamente através de mensagem privada para combinar a entrega do prémio  

 

Fotos (da capa e galeria): Lingerie Rêverie

Clique na Imagem para ver a Galeria

squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg

Deixe o seu comentário

2 comentário(s)

Andreia Baleizão21 de Julho, 2017 às 19:07:38
Responder

Partilhado! Instagram: andreiabaleizao

Celia Caciones 24 de Julho, 2017 às 15:18:43
Responder

https://www.facebook.com/celia.caciones/posts/1607055276003582 Não tenho instagram ....

Publicações relacionadas

Instagram