logo

pub_carrossel_horz2.jpg

img

Vida

Guardar o Natal

Por Inês

Passados os Reis, hoje vai ser dia de guardar o Natal em caixinhas, umas grandes, outras pequeninas, até daqui a 11 meses. Já falta menos de um ano para o próximo Natal!

Eu não sou a mais natalícia das criaturas, mas o cliché cumpriu-se plenamente, os meus filhos trouxeram de volta toda magia de Natal e ainda adicionaram mais um bom bocado. Com a sua inocência, a felicidade por ver todas as luzes e decorações, a gulodice em cada doce roubado, a expectativa pelo Pai Natal, a euforia dos presentes, eles preenchem a quadra. Já estou como as velhotas a dizer que o Natal é das crianças. Mas é bastante assim, agora compreendo bem. 

Este Natal foi muito bom, mesmo no meio da confusão do costume, rimos, comemos, descansamos, brincamos, jogamos, vimos os clássicos na TV.

Na tarde da consoada levamos os miúdos para correr e brincar na nossa Costa Nova, ficaram estas fotos tão giras, vejam na galeria, os miúdos amaram! 

Vai ser o primeiro Natal em que vou ter mesmo pena de arrumar as decorações. Ficaram giras, gostei dos pequeninos toques de Natal, dos centros de mesa, do ritual que o Miguel adoptou com afinco de todas as noites ligar as luzes da árvore. A cada ano o número das caixas de decorações aumenta, eu gosto de todos os anos juntar algumas coisas novas e a colheita deste ano foi bonita.

Para o ano há mais Natal. Espero que nessa altura tudo esteja no lugar, tal como as decorações vão estar, e seja então tão bom como foi desta vez. 

Clique na Imagem para ver a Galeria

squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg

Deixe o seu comentário

Publicações relacionadas

Instagram