logo

pub_carrossel_horz2.jpg

img

Mãe

Hiperemese Gravídica | Não é só à Kate que acontece (e muitas ideias de estilo para este inverno)

Por Equipa Eu, Mãe

Assim que se ouviu falar da mais recente gravidez da duquesa de Cambridge, voltou a conversa dos seus enjoos intensos e da hiperemese que não a larga. Mas o que é isso, afinal?

Durante a gestação, náuseas e vómitos na mulher são considerados sintomas normais, tanto mais que cerca de 80% das grávidas apresentam esses quadros. Em 85% dos casos, a resolução pode estar na paciente passagem do tempo, ou numa simples mudança de hábitos, como evitar a ingestão de líquidos logo depois de acordar ou excluir alimentos gordurosos, quentes e refrigerantes da dieta habitual.

No entanto, para 1% das mulheres grávidas esses sintomas evoluem para quadros graves de náuseas e de vómitos. É o que se chama de Hiperemese Gravídica, problema sério que precisa de ser tratado de forma adequada. As grávidas com Hiperemese podem ter perda acentuada de peso (mais de 20% do peso pré-gestacional), desidratação e alterações metabólicas, que levam ao agravamento do estado geral e repercussões importantes para a mãe e para o feto, necessitando de internamento hospitalar. É o que temos sabido que acontece com Kate Middleton a cada gravidez, esta incluída, impedindo-a de proseguir com a sua vida normal e compromissos oficiais.

As mulheres que apresentam quadros de náuseas e vómitos considerados moderados a grave, ou seja, em que os sintomas são sentidos até dez vezes ao dia, podem precisar receber medicamentos especificamente pensados para aliviar os sintomas, evitar a desidratação materna e alterações no funcionamento do organismo.

A necessidade de utilizar um medicamento, porém, gera outra preocupação nas futuras mães, uma vez que há sempre o receio de vir a afetar o desenvolvimento dos bebés. Por isso, é necessário que médico assitente (seja obstetra ou médico de família) e grávida cooperem ao máximo para não correr riscos desnecessários. Os vómitos intensos e não tratados podem prejudicar o feto e sobretudo a mãe. É preciso tratar essa condição, mas com toda a segurança. 

Vejam na galeria ideias óptimas para um inverno de gravidez - sobretudo momentos mais formais - em grande estilo, com a Kate.

Clique na Imagem para ver a Galeria

squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg

Deixe o seu comentário

Publicações relacionadas

Instagram