logo

pub_carrossel_horz2.jpg

img

Filhos

Regras para os nossos filhos usarem smartphones

Por Inês

 

Fui contactada pela childdevelopmentinfo.com/ a propósito deste post muito bonito e útil (sobre como falar sobre a morte às crianças) para divulgar o seu guia completo dirigido aos pais que querem proteger os seus filhos na internet. É de facto um guia imprescindível nos dias de hoje e merece ser divulgado e adoptado por nós, mães e pais que querem proteger os seus filhos e prepará-los para navegar neste mundo que é o deles e ao qual não podemos escapar.

Para melhor o divulgar cá em Portugal, vou dividir este guia em várias partes, traduzir os infográficos e adaptá-lo à nossa grafia, mas podem sempre consultar o guia completo aqui, vale muito a pena!

Introdução

Atualmente, vemos constantemente notícias sobre o impacto da tecnologia nas nossas vidas diárias. Muitos de nós começamos a pensar sobre como a tecnologia nos afeta pessoalmente. Mas quantos de nós já parámos para pensar sobre como isso afeta os nossos filhos?

Num estudo recente, 85% das mães disseram que usam tecnologia para manter os seus filhos ocupados. Por outro lado, as crianças recebem o seu primeiro dispositivo compatível com a Internet cada vez mais cedo. Esse mesmo estudo mostrou que 83% das famílias americanas possuem tablets e 77% possuem smartphones.

Até mesmo na escola, a tecnologia é abundante. Os professores mandam trabalhos para casa que exigem pesquisa e ferramentas online, bem como o uso de aplicações para gerir essa tarefa.

A tecnologia está em desenvolvimento constante e chegou para ficar, mas muitos não pensam sobre o risco de segurança em termos de segurança cibernética. Um estudo recente revelou resultados surpreendentes: 68% dos pais nunca verificam a atividade online dos seus filhos. E essa atividade online aumenta a cada ano.

Para muitas crianças, o mundo online é mais real do que o mundo real. É crucial para o bem-estar dos nossos filhos que entendamos o que eles vêem online, o que está lá fora, tanto o bom como o mau, e como ele afeta o seu bem-estar físico e emocional.

O problema, como muitos de nós admitiremos com angústia, é que sentimos que realmente não entendemos o mundo online. Instagram, Snapchat e Twitter são suficientemente desconcertantes, sem mencionar outras aplicações menos conhecidas ou obscuras, como o 4chan ou o TOR, por exemplo. Além disso, não achamos que temos as habilidades técnicas para navegar neste ambiente complexo.

A boa notícia é que não é tão difícil usar determinados controles técnicos para proteger os nosso filhos online. Mais importante ainda é que a melhor coisa que nós podemos fazer para proteger os nossos filhos é conversar com eles. Defina limites claros para o "quê" e "quando" eles acedem online, mas também esteja disponível para os seus filhos quando cometem um erro, ou quando tiverem ido longe demais. Afinal de contas, não é isto que nos compete enquanto pais?

Neste guia abrangente, estão descritas oito áreas às quais devemos prestar atenção ao navegar neste complexo mundo online. Dependendo das idades dos seus filhos, nem tudo será aplicado a cada um. Pensemos nisto não apenas como diretrizes para o que devemos fazer agora, mas para o que devemos prestar atenção à medida que os nossos filhos crescem. Aqui e hoje vamos falar sobre Telemóveis, smartphones e aplicações

1. Telemóveis, Smartphones e aplicações

De acordo com a pesquisa de consumidor da Influence Central, a idade média na qual as crianças recebem o seu primeiro smartphone é aos 10 anos de idade. Dar aos nossos filhos um smartphone (na altura certa!) traz inúmeras vantagens. Um telefone é uma excelente ferramenta de segurança. Os nossos filhos podem usá-lo para que possamos saber que eles chegaram em segurança ao seu destino, telefonar-nos para os irmos buscar ou ligar em caso de emergência. Nós também podemos usar o GPS nos seus telefones para encontrar a qualquer momento a sua localização. Saber que podemos sempre falar com o nosso filho é uma grande paz de espírito para uma mãe ou pai.

Os smartphones, no entanto, também podem ser mal usados, e em algumas situações podem deixar as crianças vulneráveis. Como os smartphones são dispositivos pessoais, muitas vezes não sabemos o que nossos filhos fazem com eles ou como eles os usam.

Se estiver a ponderar oferecer ao seu filho um smartphone, ter previamente regras claramente definidas ajuda a que todos fiquem em sintonia. Se o seu filho já tiver um smartphone, não é tarde demais rever as regras da família. Demonstre-lhe que o facto dele ter um smartphone é uma grande responsabilidade.

Photo_06_04_18_12_50_24.png

Implemente regras de uso do smartphone com o seu filho. Ao garantir que nossos filhos nos envolvam nas atividades ao telefone, estaremos a ajudar a mantê-los em segurança.

Há muitas precauções que podemos adoptar para implementar a segurança do telemóvel:

  • Pedir ao filho que assine um "contrato de smartphone" antes de lhe oferecer um. Imprima uma lista de regras de utilização de telemóvel e coloque-a num local público e bem visível da casa.
  • Pesquise e instale os controles parentais. Existem aplicações de controle parental para crianças menores que permitem limitar o uso do seu filho, determinar a sua localização e monitorizar as suas chamadas e mensagens. As aplicações também permitem que se desligue certas funções em diferentes horas do dia. Por exemplo, desativar as mensagens de texto enquanto ele estiver em alguma actividade.
  • Defina os limites de quando o seu filho pode usar um smartphone e por quanto tempo durante o dia.
  • Defina um exemplo pessoal para o seu filho. Não traga o seu telefone para a mesa de jantar e não envie mensagens enquanto conduza. Desliguem todos o telemóvel, ou ponham em modo "voo" durante o sono.
  • Estabeleça uma estação de carregamento numa localização central na sua casa. Os telefones devem ficar fora do quarto do filho e não serão usados a partir de determinada hora à noite.

Vejam aqui regras para os nossos filhos verem TV e streaming. e aqui regras e dicas para monitorizar os jogos de consola e online

INSTAGRAM   |   BLOGLOVIN   |  FACEBOOK

Clique na Imagem para ver a Galeria

squareimg
squareimg

Deixe o seu comentário

Publicações relacionadas

Instagram