logo

pub_carrossel_horz2.jpg

img

Filhos

A Régua Mágica

Por Sofia Simões

Quando eu era criança costumava brincar muito em casa de uma amiga e um dia ela foi buscar uma caixa cheia de peças plásticas que tinha sido do pai e que tínhamos de usar com muito cuidado! À primeira vista tudo aquilo me pareceu completamente abstrato e não fazia ideia do que fazer com as peças. Entretanto ela foi buscar umas folhas de papel e marcadores e começou a rodar umas peças pelas outras e foi então que surgiram desenhos magníficos, padrões super intricados e que dificilmente conseguíamos repetir porque bastava mudar uma furação e fazíamos logo um padrão distinto. Ficávamos horas naquilo, sempre com cuidado, e eu adorava!

 Passaram os anos e acidentalmente soube que o jogo chama-se Spirograph e ainda se vende, sobretudo no Ebay, tal e qual ao do pai dela, caixas dos anos 60 e 70 umas mais completas do que outras mas com o objetivo de fazer sempre aqueles desenhos geométricos.

 Há alguns meses, ao passear por Viana do Castelo, entrámos casualmente na loja À Moda Antiga e para minha surpresa havia uma única régua mágica para venda, era muito básica tinha apenas duas rodas mas não descansei enquanto não a trouxe para casa e experimentei. A minha filha achou tudo muito giro, mas ainda não tem destreza nem paciência suficientes para conseguir construir um padrão simples, mas lá chegará. Quem tem a sorte de ter um brinquedo destes é aproveitar agora a chegada do mau tempo, que não convida muito a saír, e sentar-se à mesa com as crianças e desafiá-las a fazer desenhos rigorosos!!

Clique na Imagem para ver a Galeria

squareimg
squareimg
squareimg
squareimg
squareimg

Deixe o seu comentário

1 comentário(s)

Ana10 de Março, 2015 às 12:07:20
Responder

Eu que espero o sengudo para mare7o...li e dei uma gargalhada. O meu marido perguntou me qual era a piada... resposta dele depois de lhe ler... grae7as a deus ne3o vais ficar paranoica desta x! LOLAida Ribeiro

Publicações relacionadas

Instagram